Quarta, 14 de Abril de 2021
35 99846-1246
Gerais Sul de Minas

Número de vítimas fatais cai em 37% em trecho do Sul de MG da BR-381 entre 2010 e 2020

Dados foram divulgados pela concessionária que administra a rodovia. Redução corresponde ao trecho entre Extrema e Santo Antônio do Amparo.

11/03/2021 10h31
906
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: G1 Sul de Minas | Reprodução
(Imagem: Reprodução EPTV)
(Imagem: Reprodução EPTV)

O número de vítimas fatais do trecho da BR-381 no Sul de Minas caiu em 37% entre 2010 e 2020. Em relação ao volume de acidentes, a queda foi de 25%. Os dados foram divulgados pela Arteris Fernão Dias, concessionária que administra a rodovia.

Em todo trecho da BR-381, entre Contagem (MG) e Guarulhos (SP), a redução de fatalidades foi de 52%. Com isso, a concessionária informou que alcançou a meta da ONU (Organização das Nações Unidas) para um trânsito mais seguro, que previa a redução mínima de 50% das fatalidades no trânsito ao longo da década.

O resultado foi alcançado, de acordo com a empresa, devido ao trabalho de ampliação, modernização e recuperação da rodovia, e por campanhas de conscientização para prevenção de acidentes. Desde 2008, a Arteris Fernão Dias investiu mais de R$ 2,6 bilhões e realizou 220 campanhas voltadas à segurança no trânsito.

Em 2021, a concessionária aponta que segue empenhada para manter a redução das fatalidades em decorrência do trânsito e revela que busca a meta zero. De 1º de janeiro a 8 de março desse ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, a empresa destaca que Fernão Dias registrou queda de 38% nas fatalidades e redução de 25% dos acidentes.

Em 2011, a ONU decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito, que previa a redução pela metade dos óbitos decorrentes de acidentes de trânsito, entre 2011 e 2020. A Arteris aderiu voluntariamente ao pacto desde sua criação, e agora o fez novamente até 2030.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias