Quarta, 14 de Abril de 2021
35 99846-1246
Cidades Decreto

Campo Belo regride para "onda vermelha" do Minas Consciente

Somente serviços essenciais poderão ser ofertados de 12 à 17 desse mês.

09/01/2021 20h37 Atualizada há 3 meses
2.198
Por: Primeira Leitura | Redação
(Imagem: Pixabay)
(Imagem: Pixabay)

Reprodução: Prefeitura Municipal de Campo Belo. - Por recomendação do Comitê da Macrorregional de Saúde de Divinópolis, a Microrregional de Enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19) formada pelos municípios de Campo Belo, Aguanil, Cana Verde, Candeias, Camacho, Cristais e Santana do Jacaré vão regredir ao zoneamento onda vermelha do Minas Consciente, a partir da próxima terça-feira, no período de 12 de janeiro a 17 de janeiro.

Campo Belo segue as determinações do Minas Consciente, que rege as atividades que devem e as que não devem funcionar em cada zoneamento. Neste sentido, um decreto foi publicado neste sábado, 09, pela Prefeitura de Campo Belo.

Na onda vermelha, a mais restritiva do Minas Consciente, somente os serviços considerados essenciais são permitidos de portas abertas, como:

- Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;

- Restaurantes e bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

- Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

- Serviços de ambulantes de alimentação;

- Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

- Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

- Vigilância e segurança privada;

- Serviços de reparo e manutenção;

- Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

- Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

- Construção civil e obras de infraestrutura;

- Comércio de veículos, peças e acessórios automotores;

- Além de qualquer atividade que possa ser feita a distância, por delivery ou sem a entrada dos consumidores nos estabelecimentos.

Confira o Decreto publicado na data de hoje!

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias