Segunda, 18 de Janeiro de 2021
35 99846-1246
Economia Dinheiro Extra

Ainda não sacou FGTS Emergencial? Caixa estende o prazo para pedir até R$ 1.045

Tem direito ao benefício todo trabalhador que tem ou já teve carteira assinada e que não utilizou o total do Fundo de Garantia nos saques anteriores.

03/12/2020 06h32
1.301
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: Raphael Coraccini | CNN Brasil
(Imagem: Pixabay)
(Imagem: Pixabay)

Reprodução - O brasileiro pode ter um dinheiro extra para este final de ano. A Caixa Econômica anunciou que vai reabrir as possibilidades de saque do FGTS Emergencial para quem ainda não recebeu o dinheiro.

A Caixa abriu, em junho, a possibilidade de os trabalhadores sacarem até R$ 1.045 do FGTS - foi o chamado Saque Emergencial do FGTS.

Porém, muitas pessoas não solicitaram o dinheiro até o prazo máximo de 30 de novembro. Por isso, o banco anunciou uma nova etapa para o saque, que vai de 7 a 31 de dezembro.

 

Como sacar? 

O trabalhador precisa baixar o aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android) e informar que tem interesse em receber o FGTS Emergencial. O valor será repassado para a conta digital Caixa Tem. O aplicativo é o mesmo utilizado para receber o auxílio emergencial.

Quem fez a solicitação e não recebeu o valor deve atualizar os dados cadastrais no aplicativo da Caixa e confirmar o interesse em receber o dinheiro. 

A movimentação poderá ser feita pelo aplicativo Caixa Tem para pagar boletos ou contas, ou utilizar o cartão de débito virtual e QR code para fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos. 

Com um código gerado no aplicativo Caixa Tem, também será possível fazer transferência ou saque em espécie nos terminais de autoatendimento da Caixa e nas casas lotéricas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias