Terça, 24 de Novembro de 2020
35 99846-1246
Gerais Ideia fluir

Até quando?

Este é o décimo sétimo artigo da série Reflexões – uma vida em movimento, escrito exclusivamente para o Primeira Leitura.

28/09/2020 09h54
658
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: Inaê Leandro
(Imagem: Pixabay)
(Imagem: Pixabay)

Outro dia estava a falar com uma colega de classe. Ela expunha com bastante naturalidade suas fraquezas, dificuldades e projetos, justificando que faria e que melhoraria depois. Tudo em sua fala, remetia ao futuro: “Mais pra frente farei faculdade”, “depois eu termino o trabalho”, “no ano que vem procuro um emprego”, “vou ver depois como melhorar tal coisa” etc.

Essa conversa me preocupou bastante, porque apesar de considerar que ter projetos para o futuro seja algo importante, não é lá que devemos viver.

A vida está acontecendo aqui e agora. E me permita dizer, o dia de amanhã está cada vez mais incerto...

Aquela conversa gerou perguntas em minha mente. 

Até quando vamos continuar aceitando o emprego mais ou menos? 

Até quando vamos ficar tentando ser mais ou menos felizes? 

Até quando permaneceremos na “pindaíba”? 

Até quando vamos ficar levando porrada? 

Até quando vamos ficar sem fazer nada?

A vida parece querer nos bater na cara todo dia e muitas vezes, nos comportamos como se estivéssemos em um ringue somente apanhando, sem reagir.  

Uma música muito provocativa e ao mesmo tempo muito reflexiva de Gabriel O Pensador, diz:

“Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente

A gente muda o mundo na mudança da mente

E quando a mente muda a gente anda pra frente

E quando a gente manda ninguém manda na gente!

Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura

Na mudança de postura a gente fica mais seguro

Na mudança do presente a gente molda o futuro!

Até quando você vai ficar levando porrada

Até quando vai ficar sem fazer nada

Até quando você vai ficar de saco de pancada?

Até quando você vai levando”

Precisamos acordar desse sono que nos paralisa. Precisamos entender que a vida não vai parar para aprendermos. Aprendemos no movimento diário e constante!

Até quando ficaremos reclamando sem fazer nada para mudar nossa realidade? 

 

*Coluna Re-Pense. Primeira Leitura. | Texto escrito por Inaê Leandro. Todos os direitos reservados.

**O texto é de responsabilidade do autor e não representa a opinião do Primeira Leitura.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
RE-PENSE
Sobre RE-PENSE
Blog autoral de reflexões pessoais. Inaê Leandro é campo-belense e foi finalista do Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal, em 2013. É formada em Administração e fez o curso técnico em Segurança do Trabalho. Possui MBA em Economia Financeira e é autora de dois livros: Eu Construtor de Mim (2016) e rePENSe (2018). Foi escritora e tradutora da More Good Foundation no Brasil por mais de 3 anos. Atualmente escreve para o Family Search no Brasil e ainda é Ciclista, praticante de Yoga e meditação.
Campo Belo - MG
Atualizado às 17h04 - Fonte: Climatempo
27°
Muitas nuvens

Mín. 17° Máx. 27°

28° Sensação
16.6 km/h Vento
52.6% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (26/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias