Terça, 24 de Novembro de 2020
35 99846-1246
Gerais Reflexão Logos

Há tragédias que lançam você para o seu destino

Sl 119:71:

24/08/2020 08h21 Atualizada há 3 meses
671
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: Pr. Natanael Silas
(Imagem: Pixabay)
(Imagem: Pixabay)

O salmista descreve a aflição como algo pedagógico, ou seja, ele afirma que foi bom e positivo ter passado pela aflição em sua vida, pois ele ao olhar para trás declara essa verdade. Hoje olhando para trás afirmo foi bom ter passado, ele enxergou o motivo da aflição como algo provocado para seu ensino e edificação, não como punição. Deus não se alegra em nos punir, mas em edificar e educar seus filhos.

Sofrimentos foram e são usados por Deus para moldar o caráter do homem, para ensinar e até educar. Na visão de Deus bíblica passar por sofrimento é na verdade estar em uma sala de aula pois alguma lição, ensinamento, correção, esta de alguma maneira sendo expressada e precisamos estar dispostos a entender e a aprender isso, pois, como aprenderíamos as virtudes cristãs se só tivermos uma vida de tranquilidade e conforto. Por isso quando passamos por um sofrimento não devemos ficar questionando o motivo do porque Deus permitiu que eu e você passasse por isto, mas sim o que ele deseja nos ensinar ou como ele deseja que nos comportamos diante de tal situação.

Como aprender a ter fé se nós nunca precisamos andar no escuro.

Como aprender arrependimento sem nunca errar.

Como aprender a servir se não houver alguém necessitado ao nosso redor.

Como aprender a ser paciente se não tivermos que esperar.

 

As tribulações são pedagógicas

Hb 12:5-7: "e já vos esquecestes da exortação que vos admoesta como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, nem te desanimes quando por ele és repreendido; pois o Senhor corrige ao que ama, e açoita a todo o que recebe por filho. É para disciplina que sofreis; Deus vos trata como a filhos; pois qual é o filho a quem o pai não corrija?"

O autor aos hebreus que é desconhecido ao escrever a comunidade de cristãos judeus que haviam se convertido a Cristo ele está falando a respeito da importância da fé e da perseverança na caminhada com Deus basta olhar para o capítulo 11 quando ele cita uma lista de personagens que pela fé suportou e venceu.

Pelo contexto entendemos que esses judeus que haviam deixado o judaísmo e se convertido a Cristo, agora como cristãos, estavam sendo tentados pela perseguição e provas a abandonar a fé em Cristo e regressar a fé de seus pais e antepassados, o autor explana a ideia de que Cristo é superior ao que o antigo testamento apresentava, ele é superior a antiga aliança, uma vez que, na carta aos hebreus ele diz que Cristo é o sumo sacerdote perfeito, ele é o sacrifício perfeito, ele é o próprio tabernáculo perfeito, sua obra é perfeita por estes motivos eles não precisavam ceder ao pecado que tenazmente os assediada. Qual pecado ? O pecado da incredulidade Hb 12.1-3.

Era necessário que os judeus cristãos entendessem que o propósito do sofrimento não era fazê-los retroceder como está em Hb 10.38-39, mas sim os moldar, amadurecer, ensinar e lançá-los para o destino final.

 

Lições pedagógicas do sofrimento do cristão

1)Hb 12.5 está dizendo: Prestem atenção não esquece o que está escrito, medite no motivo , na razão do por que isto está acontecendo, não esquece tem um propósito. 

2)Hb 12.5 está dizendo: Não despreze ou menospreze, ou seja em vez de se quebrantar e crescer em Deus durante a prova alguns se rebelam e brigam com Deus, isso é menosprezar, desprezar a oportunidade que está tendo de aprender e crescer na prova.

3)Hb 12.5 está dizendo: Não desanimes ou desmaie, não abandone a fé, não desista seja forte e resistente.

 

Podemos perguntar por que devo seguir essas 3 lições pedagógicas acima diante do sofrimento?

Hb 12.6 está dizendo: Por que Deus corrige quem ama.

Hb 12.7 está dizendo: Por que devemos suporte o sofrimento? Por que ele gera em nós uma vida cristã disciplinada madura e em harmonia com Deus (sintonia).

Existem tragédias que lançam você para o seu destino, não fuja delas, pelo contrário, encare o sofrimento pois ele não é sinônimo de abandono, mas sim de que você tem um Deus que te ama e que por te amar ele usa a dor e o sofrimento para deixar você mais forte e maduro, nas mãos de Deus até mesmo o que há de pior pode ser reciclado e alcançar um propósito maior, ou seja, empurrar você para ser ainda melhor.

 

*Coluna Reflexão Logos. Primeira Leitura. | Texto escrito por Pr. Natanael Silas. Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
REFLEXÃO LOGOS
Sobre REFLEXÃO LOGOS
Espaço dedicado a assuntos que envolvem espiritualidade. Natanael Silas Nazareth é natural de São Paulo, mas reside em Campo Belo desde 1998. Pastor Batista, pastoreia a Igreja Batista da Restauração Jardim Aeroporto. Possui especialização em Teologia pelo Seminário Cristo para as Nações de Belo Horizonte. É casado com Rosiente Santos.
Campo Belo - MG
Atualizado às 16h30 - Fonte: Climatempo
27°
Muitas nuvens

Mín. 17° Máx. 27°

27° Sensação
16.9 km/h Vento
50.2% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (26/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias