Segunda, 23 de Novembro de 2020
35 99846-1246
Gerais Ideia fluir

Será que deveríamos pensar no futuro?

Este é o décimo primeiro artigo da série Reflexões – uma vida em movimento, escrito exclusivamente para o Primeira Leitura.

17/08/2020 08h27
2.413
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: Inaê Leandro
(Imagem: Pixabay)
(Imagem: Pixabay)

Sempre foi difícil falar sobre o futuro. Porém, cada dia de 2020 está uma surpresa. 

Logo nos primeiros meses do ano, fomos surpreendidos com o início de uma pandemia. Um vírus que levou vidas e ainda infelizmente não temos sequer vacina ou remédio. 

A situação está desafiadora a nível mundial e no Brasil não é diferente... Nossa política externa está cada dia pior. A imagem do Brasil está se deteriorando cada vez mais. 

Dentro do país a situação é ainda bem mais complexa, seja na área da saúde pública ou até mesmo a educação.

Somos surpreendidos com ameaças de chuvas de gafanhotos, cobras voadoras em alguns lugares do mundo e mais recentemente a explosão em Beirute, no Líbano.

Há uma lista gigantesca de coisas ruins acontecendo em 2020. Todos os anos, é possível encontrar coisas não tão agradáveis, mas 2020 parece ter “se superado”.

Conversando com algumas pessoas, elas diziam que é justamente por isso que não vale a pena pensar no futuro, nunca se sabe até quando viveremos. Estamos vivos hoje e amanhã? Ninguém sabe.

O tom da conversa sempre passa por muitas áreas e inclusive a financeira, no sentido de que não é tão importante poupar para o futuro, investir a longo prazo ou coisas do tipo, justamente pela incerteza de não haver um “amanhã”.

Fiquei pensando que até certo ponto, há razão no que disseram essas pessoas. 

No entanto, há outro lado. O lado de que muito provavelmente haverá um “amanhã”. E se não estivermos preparados para o amanhã, como poderemos aproveitá-lo em sua totalidade?

O assunto parece-nos um pouco complexo – viver como se não houvesse amanhã, porque ele pode mesmo não existir ou viver pensando que o amanhã existirá? 

Talvez não precisamos ser 8 ou 80 nesse assunto. Podemos encontrar um meio termo. 

Podemos viver e aproveitar os nossos dias, sem nos esquecermos de que haverá mais coisas para viver. 

Podemos buscar o equilíbrio em todas as coisas.

Não precisamos viver imprudentemente, sem pensar em nossa saúde financeira, emocional e no nosso corpo. Podemos dar atenção a tudo. Basta que planejemos isso.

Também é verdade que não precisamos viver pensando no futuro e colocar nele nossa alegria. Há alegria também na jornada e não somente no final dela!

A conclusão a que cheguei pode ser bem diferente da conclusão que você chegou. E está tudo bem.

Em minha visão, é possível ter um equilíbrio – não preciso viver em função do futuro, porém, não devo deixar de pensar nele.

Espero que possa encontrar o equilíbrio para que assim consiga valorizar aquilo que realmente importa no momento! 

 

*Coluna Re-Pense. Primeira Leitura. | Texto escrito por Inaê Leandro. Todos os direitos reservados.

**O texto é de responsabilidade do autor e não representa a opinião do Primeira Leitura. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
RE-PENSE
Sobre RE-PENSE
Blog autoral de reflexões pessoais. Inaê Leandro é campo-belense e foi finalista do Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal, em 2013. É formada em Administração e fez o curso técnico em Segurança do Trabalho. Possui MBA em Economia Financeira e é autora de dois livros: Eu Construtor de Mim (2016) e rePENSe (2018). Foi escritora e tradutora da More Good Foundation no Brasil por mais de 3 anos. Atualmente escreve para o Family Search no Brasil e ainda é Ciclista, praticante de Yoga e meditação.
Campo Belo - MG
Atualizado às 21h11 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 27°

22° Sensação
17.5 km/h Vento
74.9% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (24/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias