Segunda, 23 de Novembro de 2020
35 99846-1246
Gerais Precioso Sangue

O preço do nosso resgate

"Porque vós sabeis que não é por bens perecíveis, como a prata e o ouro, que tendes sido resgatados da vossa vã maneira de viver, recebida por tradição de vossos pais, mas pelo precioso sangue de Cristo, o Cordeiro imaculado e sem defeito algum" (I Pe., 1, 18-19).

05/07/2020 14h02
632
Por: Primeira Leitura | Redação Fonte: Nathan Casarino
(Imagem: Wesley Almeida / cancaonova.com)
(Imagem: Wesley Almeida / cancaonova.com)

Maravilhosamente, o mês de Julho é consagrado pela Igreja ao Preciosíssimo Sangue do Senhor Jesus Cristo, preço de nosso resgate. 

Interessante pensar que a palavra “precioso” vem de “preço”. Assim, quando dizemos que o sangue de Jesus é preciosíssimo, estamos declarando que não há valor monetário capaz de alcançar o montante equivalente a este Bem, porque o céu não é conquistado por pecúnia, e sim pela graça.

Com efeito, o objetivo da maioria dos sequestradores é o preço do resgate do sequestrado. Nessa percepção, Jesus já pagou a conta do resgate que a nossa vã maneira de viver sequestrou, como afirma, juntamente com São Pedro, o apóstolo Paulo:

"Mortos pelos vossos pecados e pela incircuncisão da vossa carne, chamou-vos novamente à vida em companhia com ele. É ele que nos perdoou todos os pecados, cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encravá-lo na cruz." (Col. 2, 13-14)

O sangue de Jesus é tão potente na vida do cristão, que Jesus quis instituí-lo como sacramento. É bem verdade que muitas vezes nos esquecemos dessa realidade. Na Missa, junto ao corpo de Cristo, comungamos também o seu Preciosíssimo Sangue, através do mistério da transubstanciação:

"Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: “Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados.” (Mt., 26, 28)

Portanto, não se deixe enganar pelos seus sentidos. O que você comunga na Missa, apesar de ter aparência de vinho, não é mais vinho, mas maravilhosamente o Preciosíssimo Sangue do Senhor Jesus.

Pensando nesse mistério de amor e salvação, Santa Vicência Gerosa, tomava um cuidado dobrado com as videiras que cuidava, pensando no vinho para as Santas Missas. Com suas próprias mãos as cultivava e as podava, e se sentia feliz com o pensamento de que aqueles cachos de uvas por ela cultivados se tornariam o Sangue de Jesus.

Assim sendo, meus irmãos e irmãs, quando as circunstâncias da vida ou alguém te levarem a pensar que você vale pouco, olhe para as Sagradas Escrituras e tome consciência que você vale um Deus crucificado. 

 

*Coluna Essencial. Primeira Leitura. | Texto escrito por Nathan Casarino. Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
ESSENCIAL
Sobre ESSENCIAL
Esta coluna objetiva tratar de Espiritualidade e Catolicismo. O autor, Nathan Casarino, é Advogado com especialização em Direito Processual Civil. Natural de Campo Belo/ MG é também cantor, compositor e membro da Comunidade Luz e Vida, onde estuda e exerce ofícios na área de espiritualidade há 15 anos. É ainda coautor de dois livros de natureza religiosa.
Campo Belo - MG
Atualizado às 21h35 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 27°

22° Sensação
17.5 km/h Vento
74.9% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (24/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias